26 de set de 2011

Don Juan DeMarco (1995)

Título Original: Don Juan DeMarco
Ano: 1995
País: EUA
Diretor: Jeremy Leven
Gênero: Romance
Elenco: Marlon Brando, Faye Dunaway, Johnny Depp, Géraldine Pailhas

Minha Opinião:

Esperava nada desse filme, achava que era mais um romance piegas, tolo e vergonhoso; mas fui altamente seduzido por essa obra, como a personagem do Marlon Brando diz: “O romantismo de Don Juan é muito contagioso!” Primeiro: Não foge da realidade, encara uma situação do que seria e é quando uma pessoa se comporta diferente, o melhor que é um Don Juan de nossos tempos com a imaginação no passado. 
Segundo: Nos passa a magia desse mundo de amor, desse mundo tempestuoso que é amar desesperadamente uma mulher; nos sentimos convidados a nos entregar a feérica da fantasia de Don Juan, queremos fazer parte disso também. Terceiro: Reconhecemos que estamos vivendo pouco e isso é bem representado pelo psiquiatra, que na verdade serve como “espelho” do espectador, o “normal”, o “com os pés no chão”, que encontra no jovem a sua própria liberdade, provando o genial de Don Juan em seduzir até os homens; nós vemos a nossa imagem refletida nesse “espelho” e logo nos identificamos, de quanto falta magia em nossa vida e que precisamos viver mais, nos entregarmos mais, sem vergonha de sermos felizes. 

Por esses e outros motivos considero esse filme grandiosamente lindo, inspirante, maravilhoso, que talvez entre para minha lista de favoritos. Segue uma trajetória bem simples, nada complicado como nos filmes “cults”. Uma película de grande relevância. No final ainda tem a canção “Have You Ever Really Loved a Woman”, para lavar de vez a alma. Recomendo! 




Avaliação: Excelente!


Um comentário:

  1. Só pela música tema do filme já vale a pena de se ver, o elenco então é outra atração à parte.

    ResponderExcluir